"O mais corajoso dos atos ainda é pensar com a própria cabeça"

23/05/2016

Estava eu arrumar a casa ao som de uma rádio qualquer, quando começou a tocar "quando te falo em amor" de Andre Sardet e em cada trecho, começou a surgir imagens dele na minha cabeça, coisas que já passamos, coisas que quero que passaremos juntos, senti uma paz, senti que ele era uma mistura de felicidade e encantação. Quando ele me liga todas as manhãs antes de entrar no emprego para me dizer o quanto me ama faz me sentir única, sinto me uma adolescente com o seu primeiro grande amor, não estamos juntos apenas um mês, nem dois, mas ele age como se tudo começasse tudo de novo todos os dias, ele conquista de várias maneiras e eu vejo este amor a crescer de maneira intensa. Comecei a gostar de coisas que jamais pensei que gostaria algum dia, filmes românticos, escrever textos sobre o amor da minha vida, ele. Eu comecei a pensar em casamento e numa vida a dois, coisas que nunca havia passado pela minha cabeça. Para algumas pessoas isso pode parecer até uma tolice, mas somente eu sei o valor que essas mudanças tem sobre mim.

1 comentário:

  1. Eu adoro essa música, faz parte da minha infância!
    Estar apaixonada é assim ;)

    ResponderEliminar