"O mais corajoso dos atos ainda é pensar com a própria cabeça"

08/04/2016

Não vou falar de dicas de maquilhagem, visto que para isso sou a pessoa mais ignorante do mundo, não tenho nem consigo ter essa capacidade e PACIÊNCIA para tal coisa.
Critico quem a usa? Não. Acho bonito? Sim. Gostava de conseguir usar? Talvez. Mas lá esta, não consigo, eu ainda vejo aqueles vídeos lá nas redes sociais de raparigas que fazem um milagre na cara com aqueles pozinhos (haha pozinhos, desculpem não sei o nome adequado para cada coisinha que deitam na cara).
Se já tentei usar?Já, há algum tempo, no baptizado do meu afilhado, fui arranjar o cabelito e depois a minha irmã perguntou me se não queria maquilhar me lá no cabeleireiro, disse logo que não, não estava habituada e ver me de maquilhagem, e tinha receio de sair dali parecendo uma dragqueen, lá fui para casa com a carinha fresca, até que a minha irmã insistiu com aquilo, lá fui eu deixar ela fazer me qualquer coisa simples na cara, e mesmo assim passei a tarde toda a queixar me daquilo, acabei por lavar a cara mesmo antes de acabar a festa, não consigo habituar me aquilo.

Admiro quem aguenta com aquilo tudo na cara e admiro mais ainda quem tem imenso jeito para fazer aquelas obras de arte, é que uma pessoa consegue ficar literalmente diferente com aquilo.
Li por ai que maquilhagem é sinal de poder e não de insegurança, fiquei a pensar, ou eu não tenho poder nenhum, ou então, tenho tanto poder em mim ao ponto de conseguir me sentir bem com a cara que eu acordo. 
E vocês que acham sobre isto? 


6 comentários:

  1. Eu gosto de me maquilhar o problema muitas vezes é que não tenho muito tempo para o fazer!
    Não sou aquela pessoa que usa muita coisa na cara ao ponto de ficar uma pessoa diferente, mas gosto de me maquilhar.
    -Alexandra

    BlogFacebookYoutubeBloglovin'Google+TumblrTwitterWe Heart It

    ResponderEliminar
  2. Eu, que não vou para nova, nunca me maquilhei até há coisa de dois meses, em que comecei a usar rimel, lápis e sombra nos olhos. Sinceramente...sinto-me apenas mais interessante...é tudo uma questão de hábito.

    ResponderEliminar
  3. Adorei o post, segui o blog, se puderes visita o meu: http://my-teenager-own-words.blogspot.pt/
    M.

    ResponderEliminar
  4. Eu escrevi sobre isso no meu blog há pouquíssimo tempo portanto está lá a minha visão... Mas quanto ao que leste, não, não acho de todo que a maquilhagem seja sinónimo de poder e segurança, por e em muitos casos é até sinónimo do oposto. Mas há mulheres que se maquilhagem porque encontram a sua identidade muito mais assim do que sem ela. É como pintar o cabelo, acho eu. Eu já não me imagino sem ser ruiva. E não tem nada a ver com segurança ou falta de poder. Sinto.me simplesmente mais quando me vejo assim :)

    ResponderEliminar
  5. Eu não me sinto bem sem maquilhagem, sinto-me insegura, e sem gostar do que vejo ao espelho, por isso me maquilho todos os dias, mas admiro quem não tem de o fazer e mesmo assim fica bonita,

    ResponderEliminar