"O mais corajoso dos atos ainda é pensar com a própria cabeça"

28/11/2015

Se nós não temos intimidade, por favor, não encostes em mim, não me chama de "miga", nem de querida, nem de amor, nem de nada que uma pessoa que não tem a menor intimidade com a outra chamaria.
Isto tudo porquê? se a coisa que me irrita, para além de mexerem nas minhas coisas como referi neste "DESABAFO", também tira me do sério aquelas pessoas que vem para cima de mim, com aquele excesso de simpatia, e aquele turbilhão de nomes pirosos, quando nem tenho qualquer tipo de intimidade com ela, eu basicamente olho para aquilo e vejo falsidade a transbordar. Acredito que haja pessoas que a sua natureza seja assim, literalmente extrovertidas, e que tenham a necessidade de causar uma exagerada boa impressão no primeiro dia, mas comigo isso não resulta, primeiramente as pessoas com quem sou íntima, nunca me chamariam de miga, talvez porque tenho uma relação bem diferente do que é suposto ter, mas depressa chamariam-me de macaca, e eu a eles, porque é uma questão de estar a vontade.
Agora um(a) conhecido(a) de algum amigo meu sentar-se na mesma mesa que eu, e dar-se ao luxo de me chamar de querida, ou linda é coisa para eu revirar os olhos, eu não preciso que me causem essa boa impressão, um passo de cada vez se faz favor.

7 comentários:

  1. Há pessoas que são mesmo assim, entram logo a matar :)

    ResponderEliminar
  2. E nos comentários no blog??? Pode ser só um gesto de simpatia...

    ResponderEliminar
  3. Resp: o problema é que eu não gosto de sair sozinha.

    ResponderEliminar
  4. Também não acho piadinha nenhuma, e sim quando é com pessoas que não conheço muito bem acho muito falso.

    ResponderEliminar
  5. Entendo-te, eu detesto que me chamem de querida, cheira-me sempre a falsidade.
    E a essas pessoas que nos chamam de "migas" e mal nos conhecem eu trato-as bem pelo nome e tudo para elas perceberem que não somos assim tão intimas.

    ResponderEliminar
  6. Eu não sou dada a nomes fofinhos, muito menos por parte de gente estranha. Tenho nome próprio e gosto imenso dele.

    ResponderEliminar