"O mais corajoso dos atos ainda é pensar com a própria cabeça"

15/11/2015

Sempre fui menina do meu nariz, e com isso vem a mania que nada do que é meu é tocável, pelo menos por outras pessoas. Lá em casa, as regras podiam não ser ditas em voz alta mas eram bem definidas, cada um com as suas coisas e era impensável alguém mexer no que não lhes pertencia, não que alguém fosse gritar se isso acontecer, mas é como se tivessem a faltar ao respeito uns aos outros, e isso fez com que eu cresce-se com a mania de ter o meu espaço que não pode ser quebrado e as minhas coisas que não podem ser tocadas. E quando digo isto, posso muito bem estar a referir me apenas a minha caneta, mas que é minha, não é uma questão de ser egoísta, é manias, sei que há pessoas que não tem nenhum problema com isso, que não lhes faz confusão ver outros a mexer na sua prateleira onde tem os seus cadernos, ou que mexam no seu telemóvel, mas para mim isso ainda me faz imensa confusão, obviamente já fui pior que agora, provavelmente ainda tenho um longo caminho a percorrer para não ficar tão irritava ao ver alguém a mexer no que é meu.
Mas bem, cada louco com a sua pancada, e esta é a minha.

9 comentários:

  1. Eu também não gosto que mexam nas minhas coisas hehe

    ResponderEliminar
  2. Em casa também fomos habituados assim. Ainda hoje respiro fundo quando as minhas filhas mexem na minha mala sem a minha autorização.

    ResponderEliminar
  3. Também sou um pouco assim, não me incomoda que mexam nas minhas coisas logo que peçam autorização.

    ResponderEliminar
  4. Às vezes tbm acordo antes do despertador mas a rabuge passa 20min depois ahaha

    ResponderEliminar
  5. Também sou assim, enfim... xD

    xoxo ❤, Sophie*
    http://www.wordsofsophie.com

    ResponderEliminar
  6. Eu por acaso não me importo, não me agrada que mexam sem pedir, mas há aquelas pessoas que já é normal então deixo andar ahah

    ResponderEliminar
  7. Eu minha casa também não mexemos nas coisas uns dos outros sem autorização.

    ResponderEliminar