"O mais corajoso dos atos ainda é pensar com a própria cabeça"

27/11/2015



Porque um dia nós descobrimos que apesar de vivermos quase um século, esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos nem para dizer tudo o que tem que ser dito. O facto é, ou nos conformamos com a falta de alguma coisa na vida ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras.

O mundo quebrará teu coração de dez maneiras diferentes, isso é uma certeza, mas é ai que se encontra o sabor das coisas, é preciso passar por essas coisas, não tem mal saber o que é uma prisão passando lá uma noite, o que é um hospital após um pequeno acidente, acho que não tem mal saber o que é ficar sem comer por dois ou três dias, acho que viver com mulheres loucas faz bem para a espinha. Acho que tu podes apreciar a tua vida com satisfação e liberdade depois de passares por um aperto..
Ou preferes passar mais da metade da tua vida dentro do teu quarto, na tua zona de conforto, pensares que já não cabes nas roupas que cabias, que já não enches a casa de alegria, e queres engolir o mundo com tudo que tem la dentro e depois veres que cresces-te e reparas que já estavas sendo engolido pelo mundo faz muito tempo. É fora dessa zona de conforto que vais aprender a viver assim, na angustia, no risco, no grito, no sufoco, no impulso e repetindo: no que depender de mim, recuso me a ser infeliz.

Porque vais querer, com uma letra bem grande, esteja escrito no teu túmulo : Tentou ser e conseguiu, tentou ter e possuiu, tentou continuar e prosseguiu e nessa vida de expectativas frustradas, superou. Então sai da zona de conforto, enfia a cara na "lama".

9 comentários:

  1. Nunca conseguirei realizar todas as loucuras da minha vida. Aliás prefiro morrer a sentir que realizei tudo. Perderia sentido a vida. Mas luto todos os dias para ir realizando uma e mais outra e mais outra....e todos os dias surgem outras...é preciso mesmo é sair da zona de conforto.

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida que sim, as maiores loucuras os maiores desprendimentos dá-se fora da área de conforto
    Kis:=)

    ResponderEliminar
  3. Amei a parte do "enfia a cara na "lama".". Ahahah adorei mesmo!
    Tens toda a razão! Ficando parados não vamos a lado nenhum!

    ResponderEliminar
  4. Eu acho que se não tentarmos sair, pelo menos de vez em quando, da nossa zona de conforto não temos nada que nos desafio. Pelo menos para mim, a vida não pode ser feita apenas de rotinas.

    ResponderEliminar
  5. Temos sempre de tentar ir mais além :)

    ResponderEliminar
  6. r: sei bem disso doce. É complicado!

    ResponderEliminar
  7. É fora do nosso mundo que as melhores coisas acontecem.
    Já agora, linda, só se usa vírgula antes do "e" em frases intercaladas.

    ResponderEliminar
  8. Deste-me mesmo vontade de literalmente enfiar a cara na lama!

    ResponderEliminar