"O mais corajoso dos atos ainda é pensar com a própria cabeça"

27/10/2015


O ditado diz que quem canta seus males espanta, no meu caso é, quanto mais eu falo, os meus males eu espanto.  Basicamente 90% de mim quer falar, e os outros 10% supostamente era para ouvir os outros, supostamente, vá estou a exagerar, mas quem me conhece bem sabe que eu gosto de falar, gosto de opinar, expressar, exprimir, discutir, paper, sei la, tudo o que tenha a ver com falar. Não sou daquelas pessoas que se senta numa mesa com um grupinho de amigos e pede o seu café e fica por ali agarrado ao telemóvel deixando-o comer o pouco que resta do seu cérebro. Obviamente que não me ponho a falar de maneira compulsiva, e se por ventura isso acontecer, quem estiver ao meu lado certamente deu me muita confiança para isso, só falo muito com pessoas que eu me sinto a vontade e quando sei que essas pessoas são capazes de acompanharem a minha conversa, sim, porque a maioria das pessoas, eu falo de sei lá, de qualquer coisa minimamente interessante ou relevante para mim e para essa pessoa e ela responde me com uns simples "ok, sim" e eu fico "olá? deixas-te o teu cérebro na mesinha de cabeceira" digam lá se isso não é frustrante?
Eu já pensei que o facto de eu gostar de falar muito fosse um defeito meu, mas não, as pessoas é que querem ser sociáveis mas só facebook. E é por isso que quando saio e combino alguma coisa com alguém é quase sempre com a mesma pessoa praticamente,  porque sei que ela para além de ser faladora como eu, vai estar ali de corpo e alma pronta a opinar sobre o que vou dizer, e não apenas de corpo com uma cara de paisagem do género "não percebi nada"

Mas bem, são estas coisas...

5 comentários:

  1. Falar faz bem à alma !! Já eu costumo dizer "Deita cá para fora guardar mata ! E assim é ^^

    ResponderEliminar
  2. Eu sou muito esquesita nos templates. Tenho de me sentir "em casa" no blog:)

    ResponderEliminar
  3. Falar faz bem, muito bem mas também há quem fale demais xD

    ResponderEliminar
  4. Eu não sou das que falam pelos cotovelos, acabo por falar mediante as pessoas que estiverem comigo. Mas essas pessoas que não têm assunto nem opinião também não dão com nada

    ResponderEliminar