"O mais corajoso dos atos ainda é pensar com a própria cabeça"

18/10/2015


Não tinha comentado com ninguém, excepto com minha mãe, que ia ter a minha segunda tentativa para passar o exame de condução, visto que a primeira foi pior que um fracasso. Tinha expectativas que na segunda vez ia conseguir, apesar de terem me dito muito em cima da hora, e saber que não tinha me preparado o suficiente desde a primeira tentativa, mas pronto a expectativa era bem maior.

Mas pelos visto o examinador achou que novamente não estava nada preparada, não me disse o porquê, apenas disse "chumbas-te, tens que praticar mais ", desta vez nem me deu a folha onde ele assinala o que fiz errado, desta vez eu não estava nervosa, desta vez nem estava aquele clima perturbador durante o exame, ouve risos, ouve conversa, eu estava bem ali, e o pior, eu estava confiante que ia passar, e no final eu oiço um "chumbas-te", sem saber o porquê, e na altura fiquei tão atordoada que nem saiu um "mas porquê?" da minha boca...

Como não sou de demonstrar tristeza, muito menos chorar na frente de alguém. Nem sou de pedir afeto ou implorar nada. Limitei me oculta o desespero que estava a sentir, o "enfarto" fulminante que estava a sentir por dentro.

A dor de fracassar mais uma vez era terrível, mas a dor de ter que ver a cara da minha mãe ao receber essa noticia era bem pior, ver que mais uma vez a desiludi, ter que ouvir mais uma vez "és tão inteligente para umas coisas e não consegues ser para isso".

Não lhe liguei como da outra vez, preferi dizer pessoalmente, e o meu espanto foi tão grande quando ela me disse "não fiques assim, foram os anéis mas ficaram os dedos" não estava nada a espera e percebi logo o que me quis dizer, numa pequena frase ela disse tanta coisa, para quem não percebeu, basicamente ela quis dizer que eu perdi mais uma vez, perdi dinheiro, passei pela humilhação do fracasso, mas ainda cá estou para tentar novamente ate provar que não sou nenhum fracasso, que a vontade que querer ter aquilo ainda permanece.


E pronto, estou pronta para a próxima...

2 comentários:

  1. E a tua mãe tem toda a razão! O que falhou desta vez, pode ter sido o facto de te terem dito muito em cima da hora, de não teres tido tempo para praticar. Agora já sabes, e da próxima corre melhor :)

    ResponderEliminar
  2. Admiro a tua coragem e força para tentar uma 3ª vez o exame de condução ;) Eu chumbei à 1ª e estou cheia de medo de ir a exame outra vez, chumbei em setembro e tinha dito que repetia o exame em outubro, agora adiei-o para janeiro e aposto que em janeiro o vou querer adiar outra vez...
    Beijinhos*

    ResponderEliminar